IA na folha

……………………………………….ai, que saudadinhas!
…………..olhem uma cabeça de juliano ali logo acima da caixa de correio.

fez ontem duas semanas que estou em campinas, de volta aos Mundos Antigos, e três que minha faculdade entrou em greve; nem parece que cursei quase um semestre, a sensação é de nunca ter passado no vestibular. a reitoria da usp foi desocupada esta semana, e minha faculdade, ocupada pelos alunos. os professores furaram o movimento porque já conseguiram o que queriam (aumento salarial), deixando 50 e poucos estudantes ávidos por revolução do meu pequenino instituto espumando de raiva. vagabundos, ouço sempre sobre eles. mamando nas tetas do estado, filhinhos de papai que tiram dinheiro do feijão do preto pobre e ainda reclamam. como nunca realmente entendi qual o poder dessa arrebatadora paixão, fico de fora. não tenho sequer opinião sobre isso tudo, e porque escolho não ter – participei de assembléias, votações, discussões. protestos? nenhum. e pergunto-me se meus colegas sabem de fato pelo que estão lutando, quais as consequências disso… ou se saem gritando o que ouvem pelos corredores da faculdade.
conseguiram alguma notoriedade, e admiro a insistência. admiro quem leva a filha de um ano e pouco para dormir numa barraca na Sala Fúrio (a sério, lara, qualquer mãe pensaria duas vezes), admiro o diretório acadêmico por todas as providências e iniciativas tomadas, todo o tempo perdido com cartazes que serão rasgados (E AGORA, JOSÉ?), todas as aulas perdidas que não serão repostas devidamente. sempre há de se sacrificar algo, eu só espero que haja ali uma recompensa que justifique tanto incômodo. por enquanto, só os professores tomaram leitinho.
para não dizer que não tenho nem a mínima pendência, sou mais a favor da greve – mas só para conseguir terminar meu projeto de quadrinhos a tempo e os cem desenhos de observação, que até agora não passam de três. vida longa ao instituto de artes da unesp, e que a cidade de são paulo se abra revelando o exuberante caminho que nos conduzirá do ipiranga à barra funda. enquanto isso, minha avó insiste em meter o bedelho na minha vida e fica ligando de outro código urbano desesperada porque, pra ela, se deu no telejornal que os estudantes da usp desocuparam a reitoria, então quer dizer que automaticamente um campus específico da unesp, que não tem em absoluto nada que ver, vai voltar às aulas na mesma hora sem aviso prévio. nem pra ligar à universidade, que nem da outra vez…!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: